Gramatikero: Vortofarado

Vizitu: http://gramatikero.blogspot.com.br/

 
Imagem inline 1
 

VORTFARADO

A construção de palavras em Esperanto se dá com o uso de vários recursos:

1) adicionando-se  as terminações  gramaticais:

– “-o” para formar substantivos:  sano, paco, belo,..

– “-a” para formar adjetivos: sana, paca, bela,…

– “-e” para formar advérbios derivados: sane, pace, bele,…

2) utilizando-se terminações, que indicam os tempos verbais (usados para todos os pronomes pessoais do caso reto):

– “-i”, para o Infinitivo ; “-as”, para o Presente: “-is”, para o Passado; “-os”, para o Futuro;”-us”, para o Condicional; “-u”, para o Imperativo.

Ex: Kanti (cantar); mi kantas (eu canto), ni kantas (nós cantamos); li kantis (ele cantou), ili kantis (eles cantaram).

3) Através de afixos:

  1. prefixos: “bo-”, “dis-”, “ek-”, “eks-”, “fi-”, “ge-”, “mal-”, “mis-”, “pra-”, “re-”

Ex: patro (pai), bopatro (sogro); fari (fazer), refari (refazer)

Algumas preposições  podem exercer o papel de prefixo.

Ex: porinfanaj libroj ( livros para crianças), senvola (sem vontade própria), perlabori (adquirir algo por seu trabalho), tralegi (ler do começo ao fim), etc.

  1. sufixos: “-aĉ”, “-ad”, “-aĵ”, “-an”, “-ar”, “-cĵ”, “-ebl”, “ec-”, “-eg”, “-ej”, “-em”, “-end”, “-er”, “-estr”, “-et”, “-id”,”-ig”, “-iĝ”, “-il”, “-in”, “-ind”, “-ing” “-ism”, “-ist”, “-nj”, “-obl”, “-on”, “-op”, “-uj”, “-ul”.

Ex: bovo (boi), bovejo (curral); instrui (ensinar), instruisto (professor)

4) com a junção de duas palavras ( com ou sem hífen):

  1. de dois substantivos: ŝtato-membro (estado, que é membro), klasĉambro (sala de aula)

  2. de dois adjetivos: surta-muta (surdo-mudo), belsona (melodioso)

  3. de dois advérbios: vole-nevole (querendo ou não), treege (extremamente, muitíssimo)

  4. de adjetivo com substantivo: ruĝlipoj ( lábios vemelhos)

  5. de substantivo com verbo: ĉashundo (cão de caça)

  6. de pronome indefinido com substantivo: pluredro (poliedro)

de advérbio com adjetivo: multnombra (numeroso)